Imprimir

Creme dental e bochecho com flúor

O flúor pode ser tóxico se ingerido em grande quantidade. A escolha adequada do creme dental é feita individualmente para cada pessoa, por isso consulte seu dentista. Observe sempre se possui flúor em sua composição. Utilize uma quantidade pequena (tamanho de uma ervilha) para a escovação. Não engula a pasta de dente durante ou após a escovação.

Existem três fatores que devem estar presentes para que ocorram as cáries:

Placa bacteriana
Açúcar, para que a placa bacteriana prolifere
Dente pouco resistente (anatomia dental desfavorável)
Para evitar a cárie, portanto, além de remover a placa bacteriana (escovação e uso de fio dental) e de evitar o consumo freqüente de açúcar, pode-se utilizar o flúor que atua fortalecendo os dentes. O flúor é uma substância que deixa mais forte a superfície do dente (esmalte), protegendo-a contra os ataques ácidos da placa bacteriana que podem provocar cárie.

Formas recomendadas do uso do flúor:

Flúor na água de abastecimento da cidade
Flúor nas pastas de dente
Bochechos (diários ou semanais)
Aplicação tópica pelo dentista (flúor em gel)
Obs.: Os bochechos e a aplicação tópica devem sempre ser feitos sob supervisão do dentista; Ao fazer bochechos com flúor procure sempre expelir (cuspir) todo o produto após o uso; Atualmente não se recomenda o uso de flúor sistêmico, ou seja, comprimidos de flúor ou flúor associado a complexos vitamínicos, pois sabe-se que a ação do flúor é de caráter local e tópico.

Imprimir

Limpeza entre os dentes

É importante limpar entre os dentes porque isto é a linha de frente da defesa na prevenção das doenças de gengiva e o mau hálito, e pode desempenhar um importante papel na perda dos dentes também. O fio dental permite você atingir áreas que estão fora do alcance de sua escova de dentes.
O uso diário do fio dental é um dos modos mais comuns de limpar entre os dentes. Peça uma orientação a seu dentista. Entretanto, aqui está um exemplo de um método freqüentemente recomendado.

Passo 1:
Pegue cerca de 50 centímetros de fio dental e enrole frouxamente a maior parte dele em volta de cada dedo médio (enrole mais em um dedo do que no outro) deixando 5 centímetros de fio entre eles.

Passo 2:
Com os seus polegares e os dedos indicadores segurando o fio estendido, deslize-o suavemente para baixo entre os seus dentes, tomando cuidado para não pressioná-lo contra a sua gengiva.

Passo 3:
Curve o fio em volta de cada dente dando a forma de um "C" e mova-o para cima e para baixo nos lados de cada dente, inclusive abaixo da linha gengival. Desenrole um novo pedaço do fio conforme você passa de dente para dente.

Logo no início, passar o fio dental pode parecer um tanto incômodo. Mas insista! Com apenas um pouco de paciência e um pouco de prática, isto se tornará tão natural como escovar os seus dentes.

O fato é que o uso do fio dental proporciona benefícios inquestionáveis que começam no primeiro dia. Após o uso do fio dental, seus dentes e suas gengivas parecerão mais limpos uma vez que o fio alcança áreas que a sua escova de dentes não consegue alcançar. Seu hálito ficará mais fresco, e a saúde de suas gengivas irá melhorar. Mesmo que no início possa parecer incômodo, continue praticando. Muito em breve você sentirá a diferença e sentirá que isto já se tornou parte da sua rotina diária.

É muito comum as suas gengivas sangrarem quando você começa a usar o fio dental pela primeira vez. Isto pode ser um sinal de que você tem alguma forma de doença nas gengivas. Após alguns poucos dias de uso do fio dental, o sangramento deve parar conforme suas gengivas se tornam mais saudáveis. Se o sangramento persistir, consulte o seu dentista.

Embora exista um grande número de tipos diferentes de fios dentais, todos são próprios para alcançar entre os dentes e abaixo da linha gengival para remover a placa. O fator mais importante é achar um fio dental que seja mais confortável e fácil para você usar.
Se você usa aparelhos ortodônticos ou tem restauração dentária (como uma ponte) que interferem com o uso normal do fio dental, você pode utilizar um fio dental de inserção.
Mesmo que você tenha dentes bastante separados, ainda assim as placas se formam entre eles e nas áreas abaixo da gengiva onde sua escova de dentes não pode alcançar. Além do uso do fio dental, o seu dentista pode também recomendar o uso de uma escova de dentes interdental. Esta escova de dentes tem uma cabeça cômica ou cilíndrica muito pequena com cerdas finas, ideal para a remoção de placas entre dentes bastante separados.

Além do fio dental, há outros produtos planejados para limpar entre os dentes. Peça ao seu dentista para ajudá-lo a determinar quais os produtos que são melhores para você.

Sua recomendação será influenciada por uma série de fatores:

- O tamanho do espaço entre cada um de seus dentes;

- A presença de aparelho ortodôntico ou de restaurações, como uma ponte;

- A presença de implantes ou se você está se recuperando de uma cirurgia nas gengivas;

- A relativa facilidade com que você usa o fio dental.

Imprimir

Escovação Crianças

Crianças

As crianças não desenvolvem a destreza para inclinar a escova em direção à gengiva e escovar todas as faces dos dentes até cerca de 10-12 anos de idade, dependendo da coordenação motora fina da criança e da habilidade de permanecer concentrada na tarefa. Freqüentemente as crianças escovam aleatoriamente, deixando de limpar várias áreas dos dentes.
Fique atrás do seu filho, com sua cabeça presa levemente na dobra do seu braço. Isto lhe permitirá alcançar todos os dentes e manter seu filho estável.

A técnica correta de escovação não é tão importante no começo. Mais importante é o padrão de escovação, assim seu filho aprende a escovar todas as áreas dos dentes.
Comece em uma ponta da boca e trabalhe em direção à outra ponta, lembrando de escovar todas as três faces, a frontal, a superior e a posterior. Inclinar as cerdas da escova em direção às gengivas é importante para remover as placas, uma vez que esta área é um lugar comum para a acumulação de placas. Sempre escove para baixo, nunca horizontalmente.

O fio dental só é necessário entre os dentes que estão em contato. A técnica principal para limpar os lados dos dentes com o fio dental, é enrolar o fio em volta do lado do dente e esfregá-lo para cima e para baixo, chegando levemente abaixo da gengiva.
Chegará o dia em que seu filho desejará escovar seus dentes sozinho—isto é bom. Mas você ainda precisará se envolver para ter certeza de que os dentes são completamente limpos. Vá em frente, deixe-o escovar seus dentes primeiro. Então por sua vez escove completamente todas as faces dos dentes.

A escovação deve sempre ser supervisionada por um adulto. Não deixe seu filho caminhar ou engatinhar com uma escova de dentes na boca. Muitos acidentes foram registrados com crianças caindo com escovas de dente em suas bocas.
A boca de seu filho deve ser limpa pelo menos duas vezes ao dia, preferencialmente à noite e de manhã.

Após o almoço os restos de comida podem ser removidos dos dentes com um vigoroso jato de água. Em caso de lanches doces, recomenda-se escovação adicional.

Antes de deitar é um momento importante para limpar a boca de seu filho, porque o fluxo de saliva diminui, criando um ambiente mais susceptível à cárie.
Em crianças mais velhas, os espaços entre os dentes que se tocam devem ser limpos uma vez ao dia com fio dental.

Uma solução reveladora pode ajudar a identificar a placa nos dentes de seu filho. Esta é uma ferramenta excelente para os pais que estão inseguros se estão fazendo um trabalho adequado de escovação em seus filhos. A solução reveladora, que é aplicada aos dentes com um aplicador de ponta de algodão, colore a placa tornando mais fácil para você reconhecer as áreas que precisam de atenção especial. Seu dentista pode indicar onde adquirir a solução reveladora.

Imprimir

Escovação Adultos

Dentes Superiores:

1) Inicie pelos últimos dentes de cima, do lado direito e pela superfície interna seguindo até o lado esquerdo (movimento de "varrer").

- Passe à superfície externa dos dentes, iniciando agora pelo lado esquerdo e terminando no direito (movimento de "varrer").

- Ainda do lado direito, escove atrás dos últimos dentes e passe a escovar a superfície mastigatória dos dentes até o lado esquerdo. Ao chegar do lado esquerdo, escove atrás dos últimos dentes (movimento de vai-vêm).

2) Dentes Inferiores:

- Repita como indicado para os dentes superiores .

3) Escove a língua e bochechas.

Imprimir

Escovação

Prevenção

Correta higienização com escova e fio dental
Consumo inteligente do açúcar
Uso correto de flúor, para fortalecer os dentes
Acompanhamento da saúde bucal pelo dentista

Escovação
Existem diferentes modelos de escovas dentais, e suas vantagens clínicas são difíceis de estimar devido a grande variação na freqüência, estilo e pressão de escovação. Escovas com cerdas macias, cabeça de tamanho pequena e cabos mais longos, estão relacionados com melhor eficácia de escovação e maior aceitação pelo paciente.

Há também as escovas elétricas, que foram introduzidas nos anos 60, mas com os progressos da tecnologia foram aperfeiçoadas com novos desenhos e movimentos diferentes como rotação, oscilação e vibração. As vantagens das escovas elétricas são: diminuição da força de escovação e aumento da cooperação do paciente. A escovação é feita nas faces livres dos dentes (vestibular ou bucal, palatina ou lingual e oclusal); nas regiões interproximais( entre os dentes), a higienização deve ser feita com o uso do fio ou fita dental, tanto para adultos como para crianças. A utilização de passador de fio dental auxilia a execução da limpeza principalmente em pacientes portadores de aparelhos ortodônticos fixos ou pacientes com próteses fixas que contenham pônticos (dentes suspensos na prótese fixa).

A escovação deve ser feita, idealmente, em um local de boa iluminação e na frente do espelho, pelo menos no período de aprendizagem da técnica correta. Com o tempo, você assimilará a técnica e conhecerá melhor os seus dentes, podendo dispensar o espelho e retomar seu hábito. Sempre com pouquíssimo creme dental, ou até mesmo sem creme dental.

Lave sempre sua escova com água corrente após o uso;
Troque sua escova aproximadamente a cada 3 meses. Após este período as cerdas ficam "amassadas" e já não possuem tanta eficiência para remover a placa bacteriana. Leve sua escova para o dentista ou peça orientação para escolher melhor sua escova. Não esquecer de limpar a língua com a própria escova de dentes ou limpador de língua; além das bochechas( parte interna da boca).

Escovar os dentes um hábito bastante saudável pois ajuda você a enfrentar o dia com mais disposição e um hálito melhor pela manhã. Além disso, procure escovar os dentes sempre após as principais refeições. Ou pelo menos antes de dormir (a escovação mais importante), pois durante a noite o acúmulo de placa bacteriana é maior, devido à redução da quantidade de saliva (que "limpa" a placa), disponível na boca durante à noite.

Imprimir

Prevenção

A maioria dos problemas relacionados aos dentes podem ser evitados com uma escovação adequada e o uso do fio dental. Pois através da odontologia curativa (restaurações, extrações, tratamentos de canal...) não se obtém resultado no controle da cárie e doença periodontal. Cerca de 95% dos brasileiros sofrem de cárie e doença das gengivas (doença periodontal), mesmo com grande número de dentistas por habitante. Um dos períodos mais importantes para se prevenir as cáries é durante a erupção dos dentes, sejam eles "de leite" ou permanentes.

Cuidando de seus dentes e gengivas você estará conservando sua saúde e bem estar, pois com bons dentes e bom hálito é muito mais fácil se relacionar com seus amigos, namorado(a), esposo(a)...

A falta de dentes dá à fisionomia um aspecto de velhice precoce, pois eles dão forma e expressão ao rosto e à boca, além de serem indispensáveis a uma boa dicção. Os dentes também, podem prejudicar a digestão que começa na boca, se os dentes estiverem cariados, ou mesmo se houver a falta de algum, a digestão se tornará mais difícil e todo o organismo poderá ser afetado. Bons dentes favorecem a boa mastigação, esta favorece a digestão e, portanto, uma assimilação mais perfeita e completa dos alimentos. A maioria das empresas selecionam, entre candidatos com as mesmas qualificações, aquele que tem uma “boa aparência”. Com dentes bem tratados, você pode ainda fazer economia de tempo e dinheiro. Fazendo uma correta higiene bucal você não precisará fazer grandes tratamentos odontológicos, nem ir muito seguidamente ao dentista e, quando for, provavelmente só receberá elogios.